Adicionem o novo domínio do blog aos seus favoritos! www.crashcomputer.com.br

   quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Indo ao “shopping center” – 19



PéssimoRuimMédioBomExcelente (8 votos, média: 5,00 de 5)

Vocês estavam com saudades das visitas aos “shopping center”? :D Então vamos lá. Essa semana visitei um “?shopping”em uma cidade vizinha aqui, um amigo aqui que já tinha visitado ele, me contou algumas coisas que ele encontrou lá e me chamou pra uma visita.

E foi uma festa! Vamos aos achados/recuperados:

Achei estes sistemas de lampadas de emergência autônomos, bem interessantes, você o instala na sua calha com lampada fluorescente já existente, com uma bateria NiCD de 6V x 7Ah (veio junto). Enquanto tem energia, o sistema fica desligado e carrega a bateria e chaveia a lampada para o reator que já existe e ela funciona normalmente. Se acaba a energia o sistema entra em funcionamento e a lampada fica ligada usando o inversor.

Já instalei um deles na calha de fluorescentes que fica sobre a bancada. Ficou uma belezinha!

Também peguei este trequinho aqui:

Pelo em entendi isso é usado em automação, e serve pra conectar um ponto remoto a outro usando Wi-Fi. Tem algumas coisas como porta RS-485, terminal serial, uma a porta I/O digital. Mas o mais legal é que ele funciona também como um AP! E o radio dele usa uma placa mini-pci da Ubiquiti de 400mW em 2.4GHz. Será promovido a roteador de Wi-Fi aqui na oficina, pois uso o velho DLink DIR300 com o DDWRT, mas o bicho é ruim de sinal, lá no quintal o sinal Wi-Fi falha na garagem.

Outra coisa foram esses conversores de mídia:

Eles são usado pra converter Ethernet via cabo para link fibra ótica dual ( cabo é RX e outro TX). Não sei o que vou fazer com isso ainda. Talvez tentar vender pra alguém que precise. Ou se ninguém quiser, quem sabe reaproveitar as caixinhas.

Encontrei também alguns componentes eletrônicos:

Um saquinho com leds azuis (eca!) de 10mm. Tem uns 4o leds mais ou menos ai.

E mais estas pecinhas:

Terminais Faston, essas lampadas Neon NE-2 verdes que por sinal são difíceis de achar pra comprar e esses 3 capacitores de 18000uF x 35V saíram de uma placa sucata que não tinha mais nada de interessante ou aproveitável.



   sábado, 8 de janeiro de 2022

Um belo presente de “férias”.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (7 votos, média: 5,00 de 5)

 

Resolvi tirar uma micro-férias entre os dias 27/12/2021 e 03/01/2022 para dar uma aliviada na cabeça e dar uma organizada em algumas coisas pessoais, dar uma arrumada na oficina.

Tudo seria lindo e maravilhoso se não tivesse pego a desgraça da H3N2 no dia 27/12. Neste dia precisei ir ao Correio e comprar algumas coisas em uma loja de material elétrico. E fiquei com a porcaria da focinheira o tempo todo. Os sintomas começaram na madrugada do dia 28 mesmo. Corpo ruim, juntas doendo, febre associado a calafrios.

Fiquei ruim e sem coragem pra sequer sair da cama até o dia 29/12.

Já no dia 29 mesmo não tinha mais febre, as dores no corpo tinham indo embora e restava só a garganta ruim. Do dia 04/01 em diante a garganta foi só piorando. Peguei alguma infecção braba na garganta e ontem o médico mandou entrar de sola no antibiótico (por uma semana, 15 comprimidos de amoxilina).

Hoje na data deste post, a irritação braba já passou, tem um pouco de catarro mas está muito difícil de engolir qualquer coisa, até mesmo água.

Um update (11/01) aqui. Depois de praticamente 1/2 caixa do antibiótico, a infecção da garganta cedeu e já consigo engolir normalmente e o catarro cessou. Resta por enquanto uma tossezinha chata, por causa da garganta irritada e levemente seca. Segue o tratamento até o final dos 15 comprimidos. (fim do update)

Em resumo não consegui fazer NADA do que eu planejei.

Não desejo a ninguém essa droga da H3N2.

O pior de tudo eu tinha tomado a vacina da gripe no inicio de 2021 em 20/07/21 mas infelizmente ela não estava preparada com a cepa do H3N2 variação Darwin.


Daqui pra baixo é OPINIÃO PESSOAL sem embasamento cientifico.

Muito se fala do use mascara, limpe as mão com álcool.

Na minha opinião sabe o que estamos criando ou perdendo? Resistência a vírus comuns. O exagero em higiene, isolamento não te expõe aos vírus comuns que circulam por ai.

A própria mascara eu vejo com muita desconfiança. Essas mascaras de pano, não tem capacidade de reter partículas muito pequenas, quem dirá vírus. Se tivesse capacidade de reter então porque eu peguei essa droga da H3N2?

Quem tiver acesso pegue uma mascara de pano usada por umas 3 horas e faça um meio de cultura dela e me diga o resultado.

É bem legal ficar com uma “placa de petri” a 1 cm do seu nariz e o ar que você respira passando ali.

O uso indiscriminado de mascaras, vai se revelar ou já revelou que vai aumentar em muito as doenças respiratórias em geral.

Sem falar que, o uso de mascara deveria ser feito por pessoas que estão doentes, a exemplo como fazem no japão, e não por pessoas saudáveis.

 



  Melhor visualizado a
1024 x 768 True color
Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
E altamente gambiarrado por mim mesmo :)
Copyright © 2010 by Crash Computer. All rights reserved.
Switch to mobile version