Adicionem o novo domínio do blog aos seus favoritos! www.crashcomputer.com.br

Postagens com a tag ‘MaxSom’

   quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Rádio FM… ainda dá pra ouvir.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (16 votos, média: 4,88 de 5)

Pelo menos rádios que não são aqui da cidade, já que aqui só tem essas desgraças de franquias de rádios que só tocam “lixo” (na minha opinião, por favor! Se gosta, que bom pra você). A unicas duas rádios FM locais comerciais (excluo as comunitárias que são todas ligadas a igrejas…) a antiga Mirante FM (92,1MHz) virou a desgraceira da Mix FM 8x . E ainda tem e resiste a anos a Jovem Pan (95,9MHz).

Em outras cidades ao redor ainda temos outras coisas ainda mais intragáveis como Nativa e Transamérica (que já foi uma rádio decente).

Na vizinhança, só salva a Impressa FM (102,1MHz) de Vargem Grande do Sul e Libertas FM (99,5MHz) de Poços de Caldas. 8-)

Mais longe disso podemos considerar DX e precisa de antena externa.

Dai… lembra que a uns tempos atrás eu comentei dos meus MaxSom? Que tinha comprado um STM-300 e dei um belo de um “tapa” no meu velhinho M-501? E ainda do post “Quem guarda tem“? E que também da minha finada antena de 7 elemento não sobrou nem parafuso? o_O

Bom… dai fui procurar antena pra comprar, e para a minha surpresa, NINGUÉM tem mais pra vender aqui na cidade, antena para FM!!!  :confused: Dai a solução foi começar a olhar nos ferr0-velhos e também pedi para um amigo que é antenista que se algum cliente dele fosse descartar uma antena de FM, que ele me desse a antena.

E… no sábado passado, eis que sou presenteado com isto:

antena_fm_4_elementos

Claro que ai ela já esta toda limpinha e instalada em casa. Note abaixo dela o bom e velho booster LB. Acima é uma antena de UHF para TV.

A antena não é bem a que eu queira, mas já é melhor do que nada. E o que me surpreendeu é do fato de ser uma antena da Aquario e estar em muito bom estado, pelo visto é uma antena que foi instalada a pouco tempo. Eu até ganhei uma de 7 elementos de um outro amigo, mas essa vai exigir uma reforma maior pra poder usar.

E… o bom e velho MaxSom STM-300 mandando brasa na 101,5MHz:

maxsom_stm300

Sim, isso que esta em cima do MaxSom são fita de rolo. Eu tenho um gravador de rolo, um Akai 4000DS – MKII que comprei a uns 15 anos lá na Sta Ifigênia. Outro dia eu falo dele.

Além das fitas, a fonte do booster LB-6 para FM. O que eu gosto desses boosters antigos. O fato de serem muito bem construídos, preverem os filtros de passa-banda para que não ocorram intermodulações com sinais fortes oriundos de outros serviços. Posso varrer a faixa toda de FM que só ouço emissoras de FM, nada de lixo de sinais de TV, ou batimentos de uma emissora em cima da outra.

Tente fazer o mesmo com um desses boosters novos de caixa plástica, que são banda-larga. (servem pra VHF, FM e UHF ao mesmo tempo)

A titulo de curiosidade, quando fiz a manutenção no booster, eu levantei seu esquema. Reproduzo abaixo.

booster_lb6_fm

Se interessar, pode fazer o download de uma copia do esquema em PDF clicando aqui.



   sábado, 9 de março de 2013

Dando um “tapa” nos MaxSom



PéssimoRuimMédioBomExcelente (3 votos, média: 5,00 de 5)

Pois é… depois de uns quase uns 23 anos, dei uma aposentadoria para o meu velho MaxSom M-501, que por sinal estava em petição de miséria!

Já falei muito superficialmente dele aqui neste post. O fato é que a uns 2 meses atras eu consegui um MaxSom STM-300 por uma pechincha no mercado lixo. E ele é bem melhorzinho que o M-501.

O STM-300 ficou no “estaleiro” até ontem por causa de uma pequena “cagada” que este que vos fala vez… pifei o CI decoder de stereo dele. E foi um PORRE pra achar outro, um uA767 da Fairchild. O que estava nele foi fabricado em 1974!!! Ou seja, 39 anos! Acabei achando outro numa loja da Sta Ifigênia que costuma ser a ultima salvação na procura de componentes raros.

Só tem um “pequeno” detalhe… são careiros que doi! E morri em R$15,00 no CI.. argh! Mas pelo menos voltou a funcionar como era original de fábrica.

E olha que até pensei em meter o pé na placa decoder stereo dele e montar uma outra com algum CI mais novinho. Mas menos mal que ficou original.

Agora, o velho M-501 além de ser somente FM, ainda por cima era mono, mas lá por 1998 eu fiz um “upgrade” nele transformando-o em stereo, usando uma recorte de uma plaquinha de um velho toca-fitas paraguaio que forneceu o decoder stereo, baseado no CI AN7420.

E não lembro ao certo o porque removi o amplificador de áudio dele, transformando-o em apenas receiver. Isso não importa porque eu o usava conectado a um amplificador maior.

Mas… como tudo naquela época de lambanças, a coisa estava numa gambiarra só! Uma pena que eu não tive a idéia de tirar fotos dele como estava, com a lambança toda.

maxsom_m-501_a

Agora, depois de um boa limpeza e catada nas gambiarras, restaurada a fonte de alimentação, mais ou menos como é a original, acomodado o decoder de stereo de uma forma decente, vou fazer um novo amplificador de áudio pra ele, mas com coisa moderna (o amplificador original, além de mono era transistorizado e beeeeeem safado) usando um CI “quase” Hi-Fi. O bom e velho TDA2009.

E vai fica bocudinho ehehe, serão 10+10W agora.

maxsom_m-501_b

E por fim ainda quero botar outra perfumaria nele, um medidor de nível de sinal recebido. Vou fazer um bargraph com um LB1423.

Uma curiosidade destes receptores fabricados em Campinas na década de 1970 e 1980, é o uso de kits de montagem, coisa bastante comum na época. Eles usam módulos da saudosa Unitac, também campineira!

 

Edit: O projeto do amplificador com o TDA2009 foi publicado aqui (clica ai).



  Melhor visualizado a
1024 x 768 True color
Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
E altamente gambiarrado por mim mesmo :)
Copyright © 2010 by Crash Computer. All rights reserved.
Switch to mobile version