Adicionem o novo domínio do blog aos seus favoritos! www.crashcomputer.com.br

Postagens com a tag ‘NTFS’

   segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

No Windows 2000 esta pasta só é criada em unidades NTFS, e serve para guardar os arquivos da Indexação de Arquivos, o Encrypting File System e talvez mais algumas coisas obscuras que não vem ao caso. No XP ela também armazena a restauração do sistema. Ela certamente também existe no XP, Vista, Seven, 2003 Server e etc.

Só que se você é um power user e desliga a opção do windows não exibir arquivos ocultos e de sistema, certamente se depara frequentemente com este erro ao clicar na pasta:

Essa mensagem é deveras irritante, pois alem de alerta sonoro, não libera o Windows explorer até você clicar em OK. Quando eu estou usando cartões de memoria (mexendo no cartão SD do GPS por exemplo) e preciso desmonta-los para retirar do leitor, e clico em qualquer pasta na arvore de diretórios, vez por outra acabo clicando na maldita pasta.

Para sumir com a mensagem chata, basta adicionar permissões de acesso a esta pasta para seu usuário:

Observe que só o sistema tem acesso a essa pasta, no caso eu estou logado como administrador.

É suficiente dar permissão para listar o conteúdo da pasta e ler os arquivos:

Isso liquida com a mensagem chata. Inclusive essa dica é importante pois alguns vírus/trojan/worm podem se esconder nesta pasta. E ter acesso a ela pode facilitar em muito na limpeza.



   sábado, 10 de setembro de 2005

Dá até medo…



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

…de elogiar.

Fazem 10 dias que eu tomei a decisão ai abaixo de usar ntfs, e até agora tudo bem, e olha que tenho abusado, já andei digitalizando algumas fitas VHS e os arquivos tem ficado por volta dos 8Gb.

A unica novidade, é que dando continuidade a algo que eu percebi (que do PC velho vai sobrar só a lembraça) acabei trocando meu monitor, tirei o velho techmedia de 14″ e coloquei um philips tela plana de 17″.

Do PC velho (K6) ainda sobrou:

– O combo da LG
– Mouse

O resto já foi tudo trocado ou porque não serviu ou porque não teve desempenho compativel com a maquina mais rápida.

É… eu chego a velha conclusão que upgrade de PC é uma bola de neve, uma coisa puxa a outra.



   quinta-feira, 1 de setembro de 2005

Depois de 5 capotes do HD…



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

… Eis que me rendo a algo que não queria: NTFS.

Explico:

Descobri o problema dos faniquitos do HD de 160Gb… adivinha??? O nome do problema é…………………………………………………………… FAT32!

Aliado a isto, em FAT32 o tamanho máximo de uma arquivo é de 4Gb. Imagina editando um video com o Adobe Premiere ou mesmo no VirtualDub o que acontece com o tamanho do arquivo de video.

E mais, Windows 2000 só garante a formatação (e funcionamento) em FAT32 até 32Gb… acima disso, é uma bomba relógio, o Windows reconheçe mas esta sujeito a fazer cacas. E tem outro problema, tente gravar um arquivo de 5Gb em FAT32 no Win2K e seje agraciado com um pau na FAT e tabela de partição, ao menos pelo que pude analisar é o que aconteceu aqui.

Estava digitalizando uma fita de VHS, porem para editar o arquivo resolvi salvar o video sem compressão, arquivo de uns 5Gb. Quando o arquivo chegou por volta do s 4.4Gb. Cabum…. o explorer travou que só reiniciando. Quando voltei, cade a partição? Sumiu!

Saco… lá vou eu me curvar ao NTFS.

Pergunta, foi se existe algum drive, gambi ou seja lá o que for para DOS para ter acesso a uma partição NTFS? Ou mesmo um DOS gambiarrado que suporte NTFS seria bem vindo.

Pior… existe! Chama-se NTFS-DOS, permite montar partições NTFS em um boot FAT32 sem maiores problemas, e monta em uma unidade lógica, de modo que os programas nem desconfiam que estão rodando em NTFS. Lógico que se algum programa engraçadinho for fazer acesso direto ao disco não vai funcionar.

Minha idéia foi a seguinte, o windows que esta no HD de 40Gb eu deixei em FAT mesmo funciona muito bem até hoje e não vou mexer, porem o drive de 160Gb eu converti para NTFS, porem não posso ficar sem acesso a estes arquivos via DOS, pois aqui tenho dual boot, porque eu preciso realmente de DOS de verdade na maquina, tem uma cacetada de softwares para programação de radios motorola e vertex aqui que EXIGEM DOS de verdade, não adianta tentar enganar que não vai nem com reza.

Logo, do ponto de vista “externo” ficou tudo como estava, C:\ e D:\ continuam em FAT32, forcei o mscdex a carregar os drives de CD uma letra acima, justamente para sobrar o E:\ que era originalmente da partição de 160Gb, e mandei o NTFS-DOS montar a partição NTFS em E:\

Uns ajeitos aqui e acola jogando devices drives e tralhas residentes para a memória alta, já que o NTFS-DOS come um pouco da memória convencional, voilá! Tudo funciona.

Até agora já mandei bala com uns arquivos monstros de 8Gb e não reclamou mais e não tive que recuperar arquivos na unha, coisa que fiz só 5 vezes e menos de 20 dias.

Bem… ao menos isso serviu pra uma coisa eheheh estou virando um expert em usar o GetDataBack.

Ah… anda estou peneirando arquivos bons e ruins no meio do que recupeirei, afinal, vou ter que testar tudo, um por um já que depois de 5 recuperações, quem garante que os arquivos estão bons?

[ Ouvindo: La Union – Lobo Hombre en Paris (Live) ]


  Melhor visualizado a
1024 x 768 True color
Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
E altamente gambiarrado por mim mesmo :)
Copyright © 2010 by Crash Computer. All rights reserved.
Switch to mobile version