Adicionem o novo domínio do blog aos seus favoritos! www.crashcomputer.com.br

Postagens com a tag ‘Desgoverno’

   sábado, 24 de abril de 2021

A piada de mal gosto.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (2 votos, média: 4,50 de 5)

Tem uma coisa que estou observando já tem meses, é a tal da “taxa de isolamento” informada pelo desgoverno de SP, baseado nos dados das operadoras de celular.

Segundo li, a técnica baseia-se na triangulação do usuário feito pelas ERB de celular. Aqui na cidade a coisa oscila sempre porcamente entre 40 e 60%. E eles usam um valor que se o deslocamento for maior do que 500 metros (acho que é esse o valor), considera que o usuário “saiu de casa”.

Mas ai quem conhece bem a fundo esse pântano sabe a bomba que é esse método de monitoramento. Quem usa jogos de celular baseado em GPS (ex. Pokemon Go e Ingress) sabe que se você desliga o GPS real e dá uma engambelada no jogo pra ele se virar com o tal do eGPS, vê a loucura que dá de vez em sempre, do tipo você está no seu bairro e quando vê dá um salto pra 3km longe, lá no centro da cidade.

E tem mais, a coisa piora quando se pensa no celular dual-chip. O meu mesmo é dual, tem duas linhas então quer dizer que se eu me movo conto como duas pessoas. E se eu disser que conheço várias pessoas quem tem até três linhas e andam com todas no bolso?

Então como confiar nessa tal de taxa de isolamento totalmente furada? É só pra rir mesmo .:lol:.

Isso me lembra o caso de um cara que criou um congestionamento “virtual” pra mostrar como esses programas tipo Waze funcionam pra indicar o congestionamento em uma via. De fato usando o Waze já peguei ele indicando que havia congestionamento em algum lugar da cidade aqui e estando no lugar e vendo que não tinha absolutamente NADA de congestionamento!

Minhas contas de Pokemon Go e Ingress. :-P


   sábado, 4 de julho de 2015

Um problema maior.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (12 votos, média: 4,67 de 5)

lampada_fluorescente_descarteE o desgoverno brasileiro, mais uma vez enfia goela abaixo um novo problema.

Desde o dia 1 de julho está proibido a venda de lâmpadas incandescentes de 60W no Brasil, com base em uma portaria editada em 2010z (ou seja, na base da canetada) e com a alegação da economia de energia, já que incandescentes tem eficiência muito baixa.

Mas custam barato. E nos enfiaram goela abaixo as fluorescentes compactas e agora as lâmpadas a led, todas muito, mas muito mais caro.

Tudo bem, estima-se a durabilidade de uma incandescente em 1000 a 2000 horas, de uma fluorescente compacta em 5000 horas e 10000 horas pra uma a led. Só que o preço não acompanha essa progressão. Mas isso não é o ponto deste texto

Seria tudo muito lindo e bonito se aqui houvesse reciclagem de 100% do lixo doméstico. Mas como sabemos, não. Muito do lixo doméstico vai para aterros sanitários.

Ai pare e pense. O que tem em uma lâmpada incandescente? Um envelope de vidro (bulbo), tungstênio (filamento), ferro (suporte do filamento), alumínio (rosca), latão (pino da base) e uma gota de chumbo/estanho (no pino da base). E p envelope de vidro é preenchido com um gás inerte (argônio).

E numa fluorescente compacta? Um envelope de vidro, fósforo (na camada branca que reveste o vidro), mercúrio (dentro do envelope de vidro), tungstênio (filamento), ferro (suporte do filamento), alumínio (rosca), latão (pino da base), uma gota de chumbo/estanho (no pino da base), uma placa de circuito impresso com componentes eletrônicos e mais chumbo/estanho.

Led por enquanto fica de fora, ainda é muito cara e não vai ter uso massivo tão cedo.

Agora olhe só o que estamos jogando no lixo e enterrando para contaminar o lençol freático: Mercúrio e chumbo.

Quem decretou a morte das incandescentes na base da canetada, sequer pensou nisso, que está criando uma bomba relógio, que muito mercúrio vai parar no lixo a partir de agora.

Salve-se quem puder!

 Informação Incluída em 31 de Agosto de 2015:

Passou hoje na EPTV uma reportagem falando justamente deste problema que ainda não pararam pra pensar em como remover.

Uma coisa que me deixou de certa forma espantado, mas não surpreso, foi na própria reportagem dizerem que a prefeitura (de São Carlos) irá fazer um programa para coletar e DESCARTAR (note bem, não é reciclar!) das lâmpadas, ou seja, simplesmente vão trocar o problema de lugar e concentra-lo em um lugar.

Link para a reportagem:

http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/jornal-da-eptv/videos/t/edicoes/v/instituicoes-pagam-por-armazenamento-correto-de-lampadas-fluorescentes/4432758/

Se o player vagabundo da globo não funcionar:



  Melhor visualizado a
1024 x 768 True color
Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
E altamente gambiarrado por mim mesmo :)
Copyright © 2010 by Crash Computer. All rights reserved.
Switch to mobile version