Adicionem o novo domínio do blog aos seus favoritos! www.crashcomputer.com.br

Postagens com a tag ‘Bateria’

   quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

O celular dos sonhos!



PéssimoRuimMédioBomExcelente (6 votos, média: 5,00 de 5)

Finalmente alguém entendeu que, existe mercado pra quem pouco se lixa se o celular tem 5mm de espessura e na verdade quer um celular que tenha autonomia, que possa ficar longe da tomada por uns dias.

A noticia saiu aqui:  https://www.tudocelular.com/android/noticias/n120890/energizer-anuncia-celular-de-16000-mah.html

Foto “roubada” do site do link acima, ok?

O celular projetado pela Energizer (só podia ser um fabricante de pilhas e baterias!), o Power Max P16K Pro sendo comparado com (ahaha) um iphone x. A apple já chegou a fazer um celular tão fino que o simples fato de colocar no bolso de uma calça mais justa pode entortar. É pra rir né?

Eu detesto esse negócio de afinar o celular cada vez mais, pra ficar mais “elegante”. Foda-se o design, eu quero é bateria que dure.. saudades dos Nokia que você podia esquecer da tomada por uma semana brincando!



   sábado, 29 de dezembro de 2018

Ganhei esta parafusadeira como brinde por participar um painel de pesquisas online de uma empresa conhecida, e isso faz tempo, esse programa não existe mais, uma pena, pois você juntava pontos e trocava por brindes e podia escolher o brinde que mais lhe agradava ou que você precisava numa espécie de lojinha. Saudades.

Curiosamente isso acabou no “desgoverno” do PT, quando também várias empresas pularam fora do Brasil. Até pra isso eles serviram.

Mas vamos lá, esta parafusadeira já tem uns 5 anos comigo, e a bateria começou a falhar. Não segura mais carga. Então, resolvi reformar a bateria.

Mas, que tipo de bateria colocar ali? As originais eram de NiCD, velhas conhecidas por efeito memória, etc… Olhando pras gavetas aqui, vi que tenho várias 18650 dando sopa aqui. Então pensei, porque não converter a bateria pra usar as 18650 e ganhar uma autonomia maior?

Curiosamente, meu amigo Pakéquis teve a mesma idéia, alias, tivemos praticamente juntos!

Pois assim que ele fez o post, fazia cerca de uma semana que tinha recebido da china, a plaquinha de controle de carga! Porem tive problemas com a compra. Havia comprado um kit com 5 placas, e o chinês me enviou apenas uma! Toca abrir disputa e pedir reembolso da diferença do valor, mas deu tudo certo.

Então vamos desmontar. Por sorte a bateria é fechada com parafusos, nada de cola!

Até parece que foi feito pra usar 6 baterias 18650! Coube certinho! Essas 18650 saíram de um pack de bateria de notebook que deu defeito na placa de controle, então todas as 6 baterias estavam ok!

Fecha certinho, sem forçar nada!

Esta é a placa de controle de carga que usei, foi comprada no AliExpress. Caso o link ai não funcione no futuro, pesquise por 18650 3s board. Tem vários modelos, escolha a que couber melhor no seu projeto.

A ligação não tem segredo. Utilizei duas 18650 em paralelo para cada grupo. Para manter as baterias fixas e facilitar a montagem, colei uma a outra com super-cola.

Para ligação usei pedaços de fio retirado de uma sucata de fonte de PC.

Dá pra acomodar tudo sem dificuldade alguma no pack original. Pra manter a plaquinha longe dos contatos das baterias, usei os próprios isolantes que existiam na bateria original.

Aqui as baterias velhas da parafusadeira, que foram descartadas corretamente nos “papa-pilhas” que se encontram por ai pra recolher baterias usadas.

Para carregar continuo usando o carregador original da parafusadeira, a corrente é baixa, mas carrega, demora um pouco mas carrega certinho. A autonomia total ainda não sei estimar, já usei a parafusadeira pra fazer uns serviços bem pesados e agüentou bem! Não arriou!



   quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Me pergunto ainda se alguém que realmente USE* a internet pra algo útil e tenha um cartão de crédito não conheça o DX ou DealExtreme para os não iniciados.

Pra que ainda (se é que existe) não ouviu falar, é tudo o que todo geek, cheirador de estanho, fudeba, etc, sempre quis sem ter que tirar a bunda da cadeira. Dá pra comprar todo tipo de quinquilharia sem sair de casa.

Pois bem, eu sempre compro alguma coisa lá, até que evito ficar olhando tudo porque uma coisa ou outra sempre acabo comprando.

Hoje chegou aqui 6 células Li-ion que comprei para reformar a bateria de um notebook barbada que eu comprei no MercadoLixo. Um IBM ThinkPad T20, depois eu falo mais dele aqui.

O fato é que a bateria dele estava ruim. Eu tinha duas opções, comprar uma bateria nova genérica por uns 35 ou 40 dólares no ebay, ou comprar as células e reformar esta aqui mesmo. Optei pelo segundo. O custo dessa segunda opção foi de 20,13 dólares.

No DX tem estas células aqui que são as mesmas usadas na bateria, alias, na bateria da maioria dos notebooks.

Pois bem, abaixo a foto da bateria pós-reforma, antes de fechar e carregar pela primeira vez:

A primeira impressão me agradou bastante. Carreguei a bateria completamente, levou cerca de 50 minutos. Vamos a descarga até esgotar: Com o notebook em regime de eficiência máximo a bateria durou cerca de DUAS HORAS E MEIA! Pra uma bateria que não durava 3 minutos… esta ótimo!

Porem o controlador de carga da bateria ainda esta perdido. Então estou fazendo o “reconditioning” que é recomendado pelo programa que analisa a bateria. Vamos ver se o controlador entra nos eixos e tudo fica como deveria.

O que aconteceu na primeira descarga é que o indicador despencou de 100% para 5% em menos de 3 minutos, mas o notebook ficou ligado como disse por 2:30. E o help do Batery MaxiMiser recomenda este procedimento quando isso acontece:

– Desligar todos os alarmes de bateria.
– Desligar todos os esquemas de economia de energia.
– Desligar o speedstep.
– Colocar o gerenciamento de energia em máxima performance.
– Deixe o notebook ligado até a bateria acabar e ele desligar sozinho.

– Dai carregue a bateria até o led indicador ficar verde “solido”**

– Repita esse processo mais uma ou duas vezes.
– O indicador deve estar calibrado novamente.

Pois bem, estou aguardando acabar a recarga para iniciar a segunda descarga e ver se o indicador entra no eixo.

* Isso exclui os zé-ruelas que só usam orkut, msn, chat da uol, etc…
** Eles querem dizer com isso: Led verde aceso constante e não piscando.



   sexta-feira, 20 de junho de 2008

N-Gage não segura relógio…



PéssimoRuimMédioBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)

Vou postar isso aqui mais para documentar o procedimento e a idéia que tive para não ter todo o sofrimento da próxima vez que ocorrer o problema.

O N-Gage tem uma micro-bateria interna para reter os dados do relógio de tempo real, que claro, é uma bateria tipo botão, de litiun, de 3V. O detalhe fica por conta do tamanho da minúscula bateria, confira na foto:

Incrível né? apenas 5mm de diâmetro. No caso ai, eu já havia removido as chapinhas que são soldas por solda ponto na bateria, para poder identificar o tipo de bateria e procurar informações para saber sua tensão: 3V. Que no caso a minha estava com apenas 0,2V. A bateria em questão é uma XH414 de fabricação da Sanyo.

Vamos atrás de uma bateria. Passei em um foto, que vende baterias de relógio e mostrei. Qual a surpresa que não achei nada parecido, pois relógios usam bateria de 1,5V e não 3V. A solução foi recorrer aos amigos. Fui atrás do Junior, um amigo aqui na cidade que trabalha com manutenção de celulares.

Ele me arrumou uma bateria que é utilizada no motolora V3. O interessante é que nestes celular a bateria fica presa no flat cable e vem com um soquete. Pedi se ele podia me arrumar uma com o soquete e tudo. Eis o soquete e bateria instalados na placa do N-Gage.

O bom disso é que numa futura necessidade de troca, basta retirar a bateria do soquete e substituir por uma nova. A localização da bateria dentro do N-Gage.

O soquete é ligeiramente mais largo do que os terminais originais da bateria, mas com um pouco de jeito dá para coloca-lo no lugar sem grandes problemas.

A bancada de trabalho com o N-Gage todo debulhado, após a soldagem do novo soquete.

Se você esta com um N-Gage que toda vez que retira a bateria pra trocar o cartão MMC ou quando a bateria zera, e o relógio para, esta é a solução. Da pra fazer a troca em 5 minutos e de uma forma mais bonita. Não custava nada a Nokia ter colocado um soquetinho originalmente ai né? Ou será que eles acham que a bateria iria durar para sempre???



   segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Bateria.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)


E agora o Phoenix tem bateria! Pra quem não sabe ou não lembra o Phoenix é o meu bom e velho notebook, um pentium 233mmx. Ele estava sem bateria e eu até cheguei a comprar um bateria sucata no mercado lixo para aproveitar apenas a carcaça e o circuito eletronico, mas a idéia ficou embarrancada nas pilhas, que custa quase que o preço de uma bateria nova (aqui no brasil).

A solução veio do Ebay, onde achei bateria nova, 0Km por miseros 20 dolares. Pedi pra um amigo comprar e receber lá nos EUA mesmo. O custo total até na casa dele ficou em 30 dolares. Essa compra foi feita a uns 2 meses atras e na semana passada a bateria chegou as minhas mão.

É uma bateria chinesa (pra variar) mas compativel com o thinkpad 600, e de 4400mAh. Já carreguei e descarreguei a bateria algumas vezes e esta aguentando muito bem.

Pra não dizer que não tive nenhum probleminha, na segunda recarga o circuito “inteligente” da bateria se perdeu e o indicador de carga não passava de 41%. Lendo por ai graças ao google, descobri uma pagina onde explicava sobre este “probleminha” do thinkpad e como resolver.

O que ocorre é que o circuito “inteligente” da bateria é muito estupido. Pode acontecer dele indicar bateria descarregada enquanto ainda há muita carga na bateria e na hora de carregar acontece justamente isso, a carga não é indicada corretamente.

A solução, simples por sinal, é cortar a comunicação da bateria com o notebook. Como? Simplesmente colocando dois pedacinhos de papel sobre os contatos centrais (os menores) do soquete da bateria e encaixar a bateria com estes dois terminais isolados pelos pedacinhos de papel. Dai ligar o notegook sem o carregador e usar a bateria até ela esgotar. Neste ponto, remova a bateria e retire os papeizinhos que foram usado pra isolar, coloque a bateria e inicie uma carga completa. NUNCA, JAMAIS inicie a carga com os dois terminais de comunicação da bateria desligados, isso pode provocar sobre-carga da bateria já que o carregador não vai saber quando a bateria esta completamente carregada e provocar acidentes sérios, já que baterias de Ions de Litium são bastante perigosas se não estiverem sob a supervisão do circuito inteligente de recarga (ele esta presente dentro da bateria).

Precisei fazer isso por duas vezes seguidas para a bateria “aprender” de novo os limites da carga.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  Melhor visualizado a
1024 x 768 True color
Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
E altamente gambiarrado por mim mesmo :)
Copyright © 2010 by Crash Computer. All rights reserved.